Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

* Padrinhos de Portugal *

* Padrinhos de Portugal *

A vida vai retomando... depois do ciclone Idai - Doações

Olá  Padrinhos,
 
Na Beira, o centro continua a tentar prosseguir com o seu normal funcionamento. Estamos em fase de analisar orçamentos para avançarmos quanto antes com a reconstrução.
 
No Alto da Manga os meninos já começaram a reconstruir as suas casas com as chapas que os Padrinhos de Portugal ofereceram. 
 
A associação Hope4Moz enviou também 1000 euros para compra de material escolar, pois com o ciclone os meninos perderam todo o material que tinham. 

No dia 30 de Abril o centro teve também a visita de uma Associação dos Estudantes Universitários que trouxeram alguns materiais escolares para os meninos vítimas do ciclone Idai.

Vão ai algumas fotos…

Bjs

Catarina

Doc3

Doc4

 

A vida vai retomando... depois do ciclone Idai

Olá Padrinhos,

Depois do ciclone e apesar de ainda não termos iniciado a reconstrução do centro da Beira - estamos neste momento a pedir orçamentos - já estamos outra vez em funcionamento, a receber os nossos meninos.

Como as construções de caniço caíram e as de alvenaria não têm telhado, a nossa equipa em conjunto com os nossos miúdos construíram uma estrutura de forma a ter um espaço à sombra para fazerem as refeições e puderem estudar. Não é perfeito mas é um passo em frente depois de tudo o que aconteceu.
 
Acima de tudo, abrirmos as portas novamente e retomar as rotinas diárias é para todos os nossos meninos o inicio de um regresso à normalidade que o ciclone tinha destruído. 
 
Muito obrigada pelo apoio de todos vós.
 
Um bjo
 
Catarina
 

Doc1

Doc2

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Este projeto começou em Novembro de 2002, depois de ter estado dois meses a trabalhar como voluntária na Cidade da Beira, em Moçambique, junto de crianças extremamente carenciadas. A vontade de fazer algo mais e com uma maior continuidade, levou a que surgisse a ideia de montar um semi-internato no Alto da Manga, um bairro localizado no mato, acerca de quinze quilómetros da Cidade da Beira. Comecei por pedir a ajuda de um padre e de uma freira locais, que se responsabilizaram desde logo pela gestão do projeto no terreno, e iniciei então a seleção de dez crianças oriundas de famílias bastante desfavorecidas. O projeto começou com 10 crianças e 10 padrinhos. Atualmente são 600 e o esforço que tem sido feito tem levado a que muitos destes meninos tenham capacidade para entrar no mercado de trabalho. Catarina Serra Lopes padrinhosdeportugal@gmail.com
Com 40€ mensais pode pagar as despesas de saúde, uma refeição diária, livros, cadernos, lápis, canetas, matrícula, propinas e farda, a uma criança de Moçambique que dificilmente o poderá fazer sem a sua dádiva.
De forma a potenciar a Associação e a encetar novos projetos, complementares ao apoio às crianças, os Padrinhos de Portugal aceitam contribuições esporádicas de empresas e particulares, sem ser necessário um apadrinhamento permanente. Para efeitos fiscais é passado um recibo ao abrigo da lei do mecenato
Contribua através: NIB - Número de Identificação Bancária 0010 0000 42292330001 85 IBAN - Numero Internacional de Conta Bancária PT50 0010 0000 4229 2330 0018 5 SWIFT/BIC BBPIPTPL

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D