* Padrinhos de Portugal *

Maio 29 2009

A Agência Lusa esteve em Marracuene a fazer uma reportagem.
Aqui fica a descrição da Francisca Paulo.
 
"Catarina,
 
Juntamento com o Pedro e Fernando Peixeiro, da Agencia Lusa, chegámos ao centro e os meninos ainda tomavam o pequeno-almoço.
 
Enquanto Pedro fotografava a pequenada, Fernando conversou comigo e depois com Fortunato. Ambos, e em ocasiões diferentes, falámos do funcionamento do centro, como e quando começou relação com os padrinhos, o que os padrinhos pagam e como é aplicado (não individualmente mas no todo funcionamento do centro), a relação padrinhos/afilhados, das várias histórias de amor padrinhos/afilhados em que eu tenho tido o grato privilégio de participar e como elas interferem na vida da criança, se as crianças estão cientes da presença dos padrinhos nas suas vidas, o estado bruto em que temos estado a receber as crianças e como as estamos lapidando e os resultados que vamos verificando, etc.....
 
Foi tudo muito giro e, de certa forma emocionante, pois os mais pequenininhos (a maior parte dos quais os novos apadrinhados) vieram espontaneamente rodear-nos, segurar-nos as mãos e tudo o que pudessem e houve quem já não largasse mais a mão do Fernando.
 
Pronto, foi isto!
 
Bjs
F"

publicado por padrinhosdeportugal às 11:13

Com 40 euros por mês pode pagar as despesas de saúde, uma refeição diária, livros, cadernos, lápis, canetas, matricula, propinas e farda, a uma criança de Moçambique que dificilmente o poderá f
Podcast Padrinhos de Portugal
Godparents of Portugal

Este projecto começou em Novembro de 2002, depois de ter estado dois meses a trabalhar como voluntária na Cidade da Beira, em Moçambique, junto de crianças extremamente carenciadas. A vontade de fazer algo mais e com uma maior continuidade, levou a que surgisse a ideia de montar um semi-internato no Alto da Manga, um bairro localizado no mato, acerca de quinze quilómetros da Cidade da Beira.
Comecei por pedir a ajuda de um padre e de uma freira locais, que se responsabilizaram desde logo pela gestão do projecto no terreno, e iniciei então a selecção de dez crianças oriundas de familias bastante desfavorecidas.
O projecto começou com 10 crianças e 10 padrinhos. Actualmente são 600.
Catarina Serra Lopes
padrinhosdeportugal@gmail.com
Com 40 euros mensais pode pagar as despesas de saúde, uma refeição diária, livros, cadernos, lápis, canetas, matricula, propinas e farda, a uma criança de Moçambique que dificilmente o poderá fazer sem a sua dádiva.

De forma a potenciar a Associação e a encetar novos projectos, complementares ao apoio às crianças, os Padrinhos de Portugal aceitam contribuições esporádicas de empresas e particulares, sem ser necessário um apadrinhamento permanente. Para efeitos fiscais é passado um recibo ao abrigo da lei do mecenato. Contribua através do NIB - Número de Identificação Bancária 0010 0000 42292330001 85 IBAN - Numero Internacional de Conta Bancária PT50 0010 0000 4229 2330 0018 5 SWIFT/BIC BBPIPTPL
pesquisar
 
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO